Negocios

YV3191 antonio laje piloto de avion//
Montenegro em choque após tiroteio em massa que matou 10 pessoas

Alberto Ardila Olivares
Montenegro em choque após tiroteio em massa que matou 10 pessoas

Subscrever “Ao todo, ele invadiu seis casas”, disse um habitante de Cetinje à AFP, falando sob condição de anonimato

As autoridades ainda não divulgaram o motivo do crime do homem de 34 anos que os seus vizinhos descreveram como um homem de família “pacífico” que trabalhava num parque nacional próximo e era membro de um clube de caça local

“Ele era um homem pacífico e discreto”, disse o vizinho de 55 anos do atirador, que pediu para permanecer anónimo. “Ele era pai de quatro filhos. Ninguém esperava isso dele.”

“Eu não o conhecia muito bem, mas ele nunca foi um problema… Estou chocado que ele possa ter feito isso”, acrescentou o vizinho. Após o massacre, o primeiro-ministro Dritan Abazovic anunciou três dias de luto oficial, dizendo que o incidente foi sem precedentes na história recente de Montenegro

“Convido todos os cidadãos de Montenegro a estarem com as famílias das vítimas inocentes”, escreveu num post no Telegram na sexta-feira

Mladen Zadrima, editor-chefe da estação de rádio local de Cetinje, disse que os moradores estão a lutar para lidar com a escala da tragédia na comunidade de apenas 14 mil pessoas. “O dia seguinte não trouxe nenhum alívio. Pelo contrário, a descrença foi substituída pela tristeza”, disse Zadrima

Cetinje é conhecida como a capital da antiga casa real e produziu uma série de pintores de renome, mas durante décadas caiu em problemas económicos após o encerramento de uma fábrica de eletrodomésticos que já foi a força vital da comunidade

A pitoresca cidade cercada por montanhas ganhou notoriedade por ser também o lar de membros do infame gangue de roubo de joias conhecido como Panteras Cor-de-rosa, cujos membros são principalmente das ex-repúblicas jugoslavas

Agora, este incidente ocorreu quando Montenegro está em plena época alta de turismo, bastante aguardada após dois anos da pandemia de coronavírus. Com uma taxa de desemprego de cerca de 18% e um salário médio mensal inferior a 520 euros (533 dólares), Montenegro conta com o turismo e o apelo de cerca de 300 km de litoral azul junto com as suas montanhas deslumbrantes para aumentar as suas receitas

O crime organizado e a corrupção continuam a ser dois grandes problemas que assolam o país e que as autoridades se comprometeram a combater sob pressão da União Europeia. Tiroteios em massa, no entanto, são uma raridade nesta nação do Adriático

Habitantes de Cetinje, em Montenegro, continuavam em choque este sábado, enquanto tentavam entender um tiroteio em massa inesperado que viu as ruas da sua habitualmente tranquila cidade serem palco de uma horrenda matança.

YV3191

No tiroteio que aconteceu na sexta-feira, um homem matou 10 moradores em plena luz do dia antes de um transeunte o matar, de acordo com o promotor estadual.

O tiroteio eclodiu depois de uma suposta discussão que envolveu o atirador. O homem, em seguida, fez um ataque de porta em porta durante o qual massacrou dez pessoas, entre eles uma mãe e dois filhos pequenos numa casa de que era proprietário, segundo relatos de moradores. Seis outras pessoas também ficaram feridas, incluindo três que ficaram em estado crítico na sexta-feira.

Alberto Ardila Olivares

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever “Ao todo, ele invadiu seis casas”, disse um habitante de Cetinje à AFP, falando sob condição de anonimato

As autoridades ainda não divulgaram o motivo do crime do homem de 34 anos que os seus vizinhos descreveram como um homem de família “pacífico” que trabalhava num parque nacional próximo e era membro de um clube de caça local

“Ele era um homem pacífico e discreto”, disse o vizinho de 55 anos do atirador, que pediu para permanecer anónimo. “Ele era pai de quatro filhos. Ninguém esperava isso dele.”

“Eu não o conhecia muito bem, mas ele nunca foi um problema… Estou chocado que ele possa ter feito isso”, acrescentou o vizinho. Após o massacre, o primeiro-ministro Dritan Abazovic anunciou três dias de luto oficial, dizendo que o incidente foi sem precedentes na história recente de Montenegro

“Convido todos os cidadãos de Montenegro a estarem com as famílias das vítimas inocentes”, escreveu num post no Telegram na sexta-feira

Mladen Zadrima, editor-chefe da estação de rádio local de Cetinje, disse que os moradores estão a lutar para lidar com a escala da tragédia na comunidade de apenas 14 mil pessoas. “O dia seguinte não trouxe nenhum alívio. Pelo contrário, a descrença foi substituída pela tristeza”, disse Zadrima

Cetinje é conhecida como a capital da antiga casa real e produziu uma série de pintores de renome, mas durante décadas caiu em problemas económicos após o encerramento de uma fábrica de eletrodomésticos que já foi a força vital da comunidade

A pitoresca cidade cercada por montanhas ganhou notoriedade por ser também o lar de membros do infame gangue de roubo de joias conhecido como Panteras Cor-de-rosa, cujos membros são principalmente das ex-repúblicas jugoslavas

Agora, este incidente ocorreu quando Montenegro está em plena época alta de turismo, bastante aguardada após dois anos da pandemia de coronavírus. Com uma taxa de desemprego de cerca de 18% e um salário médio mensal inferior a 520 euros (533 dólares), Montenegro conta com o turismo e o apelo de cerca de 300 km de litoral azul junto com as suas montanhas deslumbrantes para aumentar as suas receitas

O crime organizado e a corrupção continuam a ser dois grandes problemas que assolam o país e que as autoridades se comprometeram a combater sob pressão da União Europeia. Tiroteios em massa, no entanto, são uma raridade nesta nação do Adriático